(48) 9911 - 72097
   Entre em contato
   Chat offline
   Faça login
Tibau do Sul é reconhecida internacionalmente por promover turismo sustentável
A cidade, que fica no Rio Grande do Norte, conquistou o terceiro lugar na categoria meio ambiente e clima
Publicado em
14 de Março de 2021
4

Omunicípio de Tibau do Sul, no Rio Grande do Norte, que abriga o Santuário Ecológico de Pipa, foi reconhecido, nesta sexta-feira (12.03), como um exemplo de destino promissor em direção a um turismo mais sustentável. Concorrendo com outros destinos ao redor do mundo, a cidade brasileira conquistou o terceiro lugar no prêmio Green Destinations Story Awards 2021, na categoria meio ambiente e clima. O primeiro lugar ficou com o vale de Futaleufu (Chile), seguido pela cidade de Tartu, na Estônia.

 

O Santuário Ecológico de Pipa é um espaço de mais de 80 hectares de área verde preservada, onde os visitantes podem percorrer trilhas em meio à mata, acessar a praia do Madeiro, observar tartarugas e golfinhos e, a partir de mirantes, desfrutar de uma vista panorâmica privilegiada do mar e de falésias coloridas.

 

A reserva ecológica também é um local de experiência científica, onde é possível, em parceria com a Fundação Pró-Tamar, treinar e soltar animais silvestres para recompor a fauna da região (reintrodução controlada). Também participam desta iniciativa o Centro de Recuperação e Reintrodução de Animais Silvestres (CERRAS) de Natal, além de uma equipe de voluntários das universidades estadual e federal.

 

Segundo a exposição de motivos da Secretaria de Turismo de Pipa, para que o local seja considerado um exemplo de turismo sustentável, “a comunidade está totalmente envolvida com este espaço aberto, criando um ponto de convivência entre os cidadãos locais, turistas e a natureza”. Defende ainda que o turismo e meio ambiente podem conviver sem conflitos sociais e econômicos, a partir do planejamento de políticas públicas e privadas e estruturação de projetos.

 

Gerente do Santuário Ecológico de Pipa, Valdenir Andrade, aponta que a reserva ecológica recebe desde grupos escolares, grupos de academia a turistas individuais. “Muitos vem ver os golfinhos, outros as tartarugas. A maioria procura um refúgio para visitar que seja calmo e que possa se livrar do estresse, em meio à natureza e ao meio ambiente”, conta. O local segue funcionando, de segunda a sexta, das 7h às 17h, seguindo os protocolos sanitários contra a Covid-19.

 

O ministro do Turismo, Gilson Machado, tem destacado a potencialidade do Brasil em turismo de natureza que, segundo projeções internacionais, será um dos mais procurados no período pós-pandemia. “Nenhum país do mundo, no período pós-pandemia, tem o potencial que o Brasil tem de crescimento. Porque o mundo todo busca um turismo que tenha mais contato com a natureza, e nenhum país tem a vocação para o turismo de natureza que o Brasil tem”, observa.

 

GREEN DESTINATIONS – A premiação é desenvolvida pela organização sem fins lucrativos holandesa Green Destinations Foundation e reconhece, anualmente, destinos turísticos sustentáveis em todo o mundo. O objetivo é destacar exemplos inspiradores e histórias notáveis de boas práticas que possam ser replicadas. O prêmio foi patrocinado pela ITB Berlim (feira dedicada à indústria de turismo) e pela agência de marketing GLP Films.

 

As histórias são selecionadas por um júri internacional com base no nível de inovação, eficácia para resolver desafios reais de sustentabilidade do turismo e, ainda, até que ponto podem ser replicadas em outros lugares.

 

Seis histórias foram selecionadas, inicialmente, para concorrer nas 5 categorias do prêmio: comunidades e cultura; meio ambiente e clima; natureza e ecoturismo; ilhas e beira-mar; Covid-19 e Turismo. Para cada uma das categorias foram escolhidos e anunciados três vencedores (1º, 2º e 3º lugar) nesta sexta-feira.

 

Os destinos vencedores foram selecionados entre os participantes do Top 100 destinos sustentáveis de 2020, também organizada pela Green Destinations Fountation. Nesta lista, aparecem nove destinos brasileiros: Canguçu (RS); Forquilhinha (SC); Gaspar (SC); Parnamirim (RN); Rio Negrinho (SC); Rolante (RS); Schroeder (SC); São Miguel do Gostoso (RN); e Tibau do Sul (RN).

Sobre nós
 
O JIT (Jornal Internacional de Turismo) é um veículo de comunicação (impresso e online) voltado para os profissionais do turismo e público final. Com mais de 16 anos no mercado, o JIT está presente nas principais feiras de turismo e eventos do Brasil e exterior. Além disso, está presente na divulgação dos principais destinos turístico do Brasil e exterior. 
Faça contato
 
  [email protected]                     [email protected]
  (48) 99117-2097
  (48) 4042 - 2318
  Florianópolis (SC)
Encontre-nos
 
Home   •   Topo   •   Sitemap
© Todos os direitos reservados.